Como viajar para Gramado gastando pouco

Acredito que Gramado está entre o sonho de 9 a cada 10 brasileiros, além de ter um lugar especial em nossos corações.

Escolhi esta cidade para pedir a primeira dama do TripSemGrana (Dri) em casamento, mais especificamente no bistrô La Table d’or Mediterranee, nas margens do Lago Negro.

Entrada de Gramado

Localizada no Sul do Brasil, é considerada um dos melhores destinos de viagem do país. E não é para menos: ares de cidade europeia, ruas floridas e bem cuidadas e povo hospitaleiro!

Também não é segredo que uma viagem para essa cidadezinha encantadora pode ser bastante cara. Mas há controvérsias!

Podem comemorar, porque nesse post vou te dar dicas quentes de como viajar para Gramado gastando pouco!

Como se deslocar pela cidade

Na alta temporada o trânsito costuma aumentar muito. Para não perder tempo se deslocando de um lugar a outro, você pode alugar uma bicicleta (a empresa Brocker Turismo oferece esse serviço) e assim ainda aproveitar as belas paisagens.

Muita coisa também pode ser feita a pé, visto a concentração de atrativos e restaurantes no centro da cidade que é bem pequeno.

Para se deslocar para Canela ou pontos mais afastados da cidade, você pode optar por uma linha de ônibus convencional da Citral, que custa menos de R$ 5,00 e com frequência de 15 a 20 minutos. O Uber também é bem popular na cidade e barateia bastante a viagem.

Há ainda o Bustour, um ônibus panorâmico que passa pelos principais pontos turísticos de Canela e Gramado. Você compra o ingresso único e pode usá-lo o dia todo.

Melhor época para viajar para Gramado gastando pouco

A cidade é bastante sazonal em função do inverno e de eventos como o Natal Luz e o Festival de Cinema. Nessas épocas o fluxo de pessoas é maior, além de que muitos estabelecimentos acabam aumentando os seus valores.

Uma dica é viajar na baixa temporada, fevereiro e março, setembro e outubro. A demanda diminui e você consegue negociar preços mais atrativos.

Mas se o seu sonho é viajar para Gramado no inverno ou assistir aos espetáculos do Natal Luz, você pode viajar nas duas primeiras semanas de julho, quando a muvuca é menor. Ou no final de outubro, início de novembro, quando os shows já estão disponíveis.

Hospedagem barata

São muitas as opções de hospedagem na cidade. Desde pousadas aconchegantes até luxuosos hotéis 5 estrelas. E sim, há ótimas opções de hospedagem em Gramado gastando pouco.

Com a explosão dos aluguéis por temporada você consegue acomodações bem localizadas, confortáveis e com preços bem em conta.

Também há a opção de se hospedar na vizinha Canela. A dez minutinhos de carro e com preços mais atrativos, você se hospeda barato e de quebra visita duas cidades!

Melhores passeios

Imagem de um castelo em miniatura com varias pessoas ao redor
Mini Mundo

A crescente expansão do turismo na cidade trouxe muitos parques e museus e os preços podem ser bem salgados.

A boa notícia é que existem muitos passeios gratuitos. O cartão postal romântico de Gramado, o Lago Negro, não cobra entrada. Assim como o Le Jardin, um belíssimo jardim de lavandas, a Igreja Matriz São Pedro ou os dois Pórticos de entrada da cidade, lugares favoritos dos turistas para fotos.

Caminhar pela avenida Borges de Medeiros ou tomar um chocolate quente na Rua Coberta são passeios que custam pouco ou nada e são as melhores partes de viajar para Gramado gastando pouco.

Algumas atrações pagas, como o Grupo Dreams, famoso pelo Museu de Cera e Super Carros, oferecem pacotes com valores mais em conta.E um segredinho nosso: dando uma choradinha, você acaba fazendo 5 atrações pelo preço de uma! Vale muito a pena.

Outra opção que funciona muito bem na Serra Gaúcha são os sites de compras coletivas. Em alguns como Laçador de Ofertas, Peixe Urbano e Tchê Ofertas você consegue passeios com até 70% de desconto. Dá para curtir muito a cidade gastando pouco.

Gastronomia

Uma certeza é que você voltará de Gramado com alguns quilos a mais. A cidade possui uma gastronomia muito farta, que inclui os melhores chocolates do Brasil, cafés coloniais e muitas opções de fondue.

Restaurantes internacionais como Hard Rock Café ou o recém inaugurado Casa Aveiro, da família do jogador de futebol Cristiano Ronaldo, são algumas das opções que você irá encontrar. Minha dica para comer em Gramado gastando pouco é: evite esses restaurantes super famosos e nas ruas principais da cidade.

Na Avenida das Hortências, em direção à Canela, estão muitos restaurantes de qualidade e preço justo. Assim como na rua São Pedro e Garibaldi, paralelas à Avenida Borges de Medeiros, no centro. São restaurantes que servem buffet livre ou a quilo e pratos feitos muito saborosos.

Novamente nos sites de compras coletivas há excelentes opções de fondue e cafés coloniais por preços bem atrativos.

Se você optou em alugar casa ou apartamento por temporada, sempre há a opção de cozinhar e assim gastar menos.

Não há mais desculpas para não visitar a cidade sonho dos turistas brasileiros. Espero que as minhas dicas de como viajar para Gramado gastando pouco ajudem a planejar sua próxima trip.

Deixe seus comentários e compartilhe com seus amigos!

Booking.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *